top of page

EPISÓDIO NR 33 - O JOVEM GENERAL – captura do guerrilheiro

Atualizado: 3 de dez. de 2023


A Torre de Controle de Voo do Aeroporto Internacional de Porto Seguro recebe o pedido de autorização para aterrissar o jato executivo “Legacy 650 E”, oriundo de Caracas. Foram 5.700 quilômetros, em 9:30 horas de viagem. São 06:30 horas. O Sol vaza preguiçosamente pelas nuvens. Dentro da aeronave adaptada para 12 lugares, estão a presidenta do Partido Socialista (PS), dois assessores e quatro políticos, além de José Arrubias, guerrilheiro da década de 1970 e o principal articulista e estrategista do PS, amigo pessoal do presidente. Ele é o “alvo 2”. A aeronave, depois de autorizado o pouso, inicia os procedimentos de aterrisagem. No estacionamento de aeronaves, na área próxima ao posto de combustíveis, um caminhão-tanque se prepara para abastecer a aeronave. Dois homens, na pista do estacionamento, se preparam para balizar o taxiamento. Uma camionete com quatro homens, ao lado do estacionamento, está com o motor ligado e parada. Em menos de cinco minutos o “Legacy 650 E” entra no estacionamento. Outras aeronaves civis já estão estacionadas lá. Esse estacionamento fica próximo às instalações da Base Aérea de Porto Seguro, no próprio Aeroporto Internacional. O “Legacy 650 E” para no lado direito do estacionamento. O piloto desliga as turbinas e autoriza o desembarque. Rapidamente a porta se abre e a escada é destravada da carenagem lateral. A presidenta do PS inicia a descida da escada. Dois carros pretos se aproximam para conduzir os passageiros. São carros do governo. O segundo a sair é José Arrubias, carregando uma pequena maleta cinza escura. Logo que ele põe os pés no chão, o motorista do caminhão-tanque o atinge com um tiro de pistola elétrica Taser X2, de 50 mil volts, que o imobiliza instantaneamente através dos dois fios conectados à arma. O mesmo procedimento é realizado na presidenta do PS pelo auxiliar do motorista. Os seguranças dos carros pretos percebem a ação, mas são surpreendidos pelos ocupantes da camionete que chegam atirando certeiramente com fuzis de assalto TAR-21, tipo “Bullpup”, israelense, calibre 5.56. Inicia um rápido tiroteio. O motorista do trator e seu auxiliar, sacam pistolas 9 mm, com sistema de tiro silencioso, e atiram nos passageiros que recuaram para dentro do avião. Imediatamente sobem e abatem todos os ocupantes, menos os dois pilotos civis. Por eles, passa um combatente que segue direto para a cabine de comando. Imediatamente ele aciona as turbinas do “Legacy 650 E”. Também, de fora, sobem os quatro combatentes restantes carregando a presidenta e o guerrilheiro José Arrubias, ainda sem sentidos. Eles mantêm a porta do avião ainda aberta e jogam os feridos para fora, enquanto a aeronave inicia os movimentos de saída do estacionamento. Os dois pilotos civis do Legacy são, também, jogados para fora da aeronave. O som dos tiros chamou a atenção e alguns militares da Base Aérea apareceram no pátio de estacionamento. Mas, apenas observam o “Legacy 650 E” tomar a pista auxiliar e acelerar as turbinas para se posicionar para alçar voo. Os controladores da Torre de Controle de Voo acionam o alarme, logo que notam o “Legacy 650 E” na pista principal e se preparando para voar sem nenhuma autorização. As autorizações de aterrisagem dos voos comerciais são imediatamente canceladas. Uma aeronave comercial teve que “abortar o voo” senão poderia se chocar com o “Legacy 650 E”. Em poucos minutos já estão no ar, em pleno voo. Destino: Santa Maria. Ainda no interior da aeronave o major Skrieger enfia um dedo na boca de José Arrubias em busca de algum dente falso que contenha veneno mortal, prática ainda utilizada por espiões. O líquido venenoso do dente mata instantaneamente. Porém, não encontra nenhum vestígio. Em seguida, retira toda a roupa do guerrilheiro deixando-o completamente nu, depois amordaça e o algema numa poltrona. O major não deseja nenhuma surpresa. Pode ser que numa roupa haja algum veneno escondido, também. Com a presidenta do Partido fez somente uma pequena revista para verificar porte de armamento e depois a algema numa poltrona. Em seguida, vai à cabine de comando. Ele se senta ao lado do piloto, major da Aeronáutica e piloto de caça. O piloto informa que a aeronave está com combustível no limite para chegar à Santa Maria, ou seja, até lá são 1.659 quilômetros e a aeronave tem combustível para 1.700 quilômetros. “Então, pé na tábua!” – manda o major Skrieger. O “Legacy 650 E” voa com velocidade de 900 quilômetros por hora. A Base Aérea de Porto Seguro, após a confirmação do sequestro, aciona o Cindacta (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego).

Elias Do Brasil



GOSTOU? SE QUISER, FAÇA UMA DOAÇÃO AO AUTOR

PIX: essim10@hotmail.com

21 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page