top of page

EPISÓDIO NR 27 - O JOVEM GENERAL – o Todo Poderoso (3)

Atualizado: 3 de dez. de 2023


São 06:33h da manhã. O “King Air 360” aterrissa na pista do aeroporto de Santa Maria. Duas viaturas operacionais e uma ambulância aguardam ao lado da pista. O coronel Rippell sai rapidamente da aeronave, junto com o “Todo Poderoso”. Embarcam numa das viaturas operacionais. O “Todo Poderoso” tem a cabeça encoberta pelo saco V.O., pois o corte na lona foi virado para trás. A Brigada Niederauer, inaugurada em 1913, tem esse nome em homenagem ao Coronel João Niederauer, filho de imigrantes alemães, que tombou em combate na Batalha do Avaí (13/12/1868), na Guerra da Tríplice Aliança. A sua construção contém, além das instalações normais, um porão onde se depositava mantimentos e armamentos. São dois pisos abaixo, no subsolo. Ali, também pode ser utilizado como prisão. O “Todo Poderoso” é conduzido ao subsolo e levado para um cárcere de paredes redondas de pedra e piso de tijolos de barro cru. O coronel Rippell coloca o prisioneiro na cela centenária e retira o saco V.O. do homem. O “Todo Poderoso”, que até esse momento ficou quieto, agora se altera: “Você sabe quem eu sou, seu (...). Sei lá o quê (...). Me retira daqui agora!”. O coronel Rippel não fala nada. Solta as algemas dele. O “Todo Poderoso”, com as mãos livres, talvez pense em alguma coisa, uma reação qualquer, talvez uma fuga. Mas, ao olhar para o major Skrieger, um dos homens mais fortes da Brigada, de quase dois metros de altura, o “Todo Poderoso” expulsa rapidamente a ideia de fugir. Os dois oficiais saem da cela e a trancam. O sádico detesta ficar só, sem um ser vivo para castigar. Como uma serpente, ele espera o momento, a oportunidade de fazer sofrer. O Todo Poderoso, enfim, se dá conta que está só, numa cela fria e úmida, sem luz natural, somente uma lâmpada de 60 W fixada lá no alto do teto a 6 metros de altura. Onde está parece um antigo poço. Na verdade, é um silo antigo que foi utilizado para conservar o capim dos cavalos no inverno rigoroso. Num canto, há uma grade de ferro no chão, soldada com concreto, e que separa o piso de um pequeno canal que passa por baixo e cai numa fossa séptica. Do alto do teto cai sem parar um pingo de água direto no buraco abaixo da grade. Na mesma parede, ao lado, há um botão vermelho. O Todo Poderoso não resiste à curiosidade e aperta o botão. Imediatamente cai um jorro de água lá de cima, por um cano de três polegadas de diâmetro. Não é uma torneira, é quase uma cascata. A água lhe cai por cima do corpo e ele dá um pulo para trás junto com um pequeno grito. Assustou e se molhou todo. O pijama de cetim fica encharcado. Pelo cano sai água por aproximadamente um minuto e depois cessa. A água inunda toda cela e depois escorre para a grade de ferro. Apenas o pingo intermitente continua a cair. Em Porto Seguro, o presidente reúne o Conselho de Estrategos. Ninguém sabe do paradeiro do Ministro Todo Poderoso do Areópago. “Eu quero saber agora, o que aconteceu ontem à noite nas “barbas” de vocês! Onde está o ministro Todo Poderoso?”. Os outros Ministros se entreolham. Todos estão surpresos. O presidente do Conselho de Estrategos fala: “Presidente, eu já mandei o Comandante do Exército averiguar com urgência”. O presidente se irrita: “O quê?! Averiguar? Eu quero saber que aconteceu e se já pegaram os terroristas que fizeram isso!”.

Elias Do Brasil

18 visualizações1 comentário

1 Σχόλιο


Jeffer Bedram
Jeffer Bedram
16 Σεπ 2023

Mesmo sabendo que é ficção já dá vontade de comemorar, pois é o que queremos. Parabéns Elias pela leitura da vontade nacional.

Μου αρέσει
bottom of page